“NÃO FOI BALA PERDIDA, FOI EXECUÇÃO”

Mamapress

Este texto, que republicado no perfil do Facebbok do jornalista Oswaldo Manesky, foi repassado por Ziléa Resnik e Umberto Trigueiros Lima – e foi escrito por um dos professores da Escola Municipal Jornalista Daniel Piza, em Acari, onde nesta quinta-feira à tarde (30/3) foi morta a tiros pela PM uma estudante em plena aula de educação física: Maria Eduarda Alves da Conceição, de 13 anos, destacada jogadora de basquete da equipe da escola.

tatianaTexto de um professor Escola Municipal Jornalista Daniel Piza em Acari, bairro sob controle do Esquadrão da Morte do 41º Batalhão da Polícia Militar do Rio de Janeiro

“Hoje foi executada com três tiros, pela Polícia Militar, um na cabeça, um na nuca e outro nas costas, a menina Maria Eduarda Alves da Conceição, de 13 anos de idade, dentro da escola durante as aulas. Não é a primeira e não será a última vez que isto acontece.

Morreu…

Ver o post original 797 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s