Rachel Sheherazade foi amarrada ao poste pelos linchadores que cultivou

bloglimpinhoecheiroso

Kiko Nogueira, via DCM em 18/9/2018

Rachel Sheherazade está sendo atacada pelos monstros que criou e cultivou com carinho ao longo dos últimos cinco anos (pelo menos).

Ela, que defendeu o linchamento de um rapaz negro no SBT Brasil, marco da barbárie jornalística, entrou na campanha contra Jair Bolsonaro com a hashtag “ele não”.

“Sou mulher. Crio dois filhos sozinha. Fui criada por minha mãe e minha avó. Não. Não somos criminosas. Somos HEROÍNAS!”, escreveu.

A referência era a declaração do general Mourão, vice de Bolsonaro, segundo o qual casa só com “mãe e avó” em áreas pobres é “fábrica de desajustados”.

“Isso. Apoie a esquerda que te massacrou”, rebateu um bolsomion.

“Isso não é um apoio aos comunistas. É um repúdio aos fascistas!”, devolveu Rachel.

Para um outro, questionou se o sujeito queria “esse clima de ódio” para o país. Essa é de chorar.

Sheherazade está emulando seu ídolo…

Ver o post original 133 mais palavras

Anúncios

Um comentário em “Rachel Sheherazade foi amarrada ao poste pelos linchadores que cultivou

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s